A Estrutura do Sermão Perfeito

 

Elaborar um sermão não é algo fácil! Não importa se é pela primeira vez ou pela milésima, sempre há dúvidas na hora de colocar nossa fé no papel.

Se você também tem essa dificuldade, não desista! É normal sentirmos isso, principalmente quando estamos fazendo algo novo, e exatamente por isso que serve este texto!

A fim de te ajudar, selecionamos o passo a passo que estrutura o sermão perfeito! Veja:

1º Passo: Tema e título da mensagem

Como o próprio nome já diz, esses itens são totalmente relacionados ao assunto que será tratado, ou o nome da mensagem. É primeiro passo para se ter um rumo sobre o que tratará seu sermão e assim também facilitará os próximos passos.

2º Passo: Texto base

Esse texto será a base para o seu sermão, uma vez que toda a pregação precisa ter um texto bíblico para lhe   apoiar. Na maioria das vezes, o texto base é curto, composto de 1 a 3 versículos.

3º Passo: Introdução

A introdução é o início da pregação, por isso é importante sempre ter algo que remeta as “boas vindas” aos fiéis. Para muitas pessoas, a primeira frase é a mais difícil, porque é realmente o primeiro impacto, mas lembre-se se fazer algo que seja bem impactante, assim logo prenderá a atenção dos ouvintes, que ficarão ansiosos para a mensagem que está por vir.

Por isso, é aconselhável começar com uma ilustração, um relato interessante sobre algo que esteja relacionado com o assunto da pregação, ou até uma pergunta aos fiéis, que incentivará a participação deles.

4º Passo: Tópicos

Geralmente, são até três tópicos, que são as divisões lógicas do assunto, ou até possíveis para o tema, além de ser fundamental para o pregador não fugir do assunto durante o seu discurso.

Os tópicos devem ser organizados em uma ordem que demonstre o desenvolvimento natural do tema, de modo que os ouvintes vão sendo levados a compreender gradualmente o assunto até a conclusão. Para facilitar, pense no início, meio e fim de uma historia e siga esse raciocínio!

É importante não demorar muito em um tópico, isso porque pode ficar cansativo e fazer com que o público desvie a sua atenção.

5º Passo: Ilustração

Elas podem ser usadas ou não, depende do Sermão e como você quer montá-lo.

As ilustrações são pequenas histórias que exemplificam o assunto da mensagem ou reforçam sua importância. Elas despertam o interesse dos ouvintes, que acabam prestando mais atenção e gravam mais sobre o tema em especial.

Conclusão

Como o próprio nome já diz, a conclusão é o final, o que aquele sermão deixará de ensinamento, o que deve ser levado e guardado por cada fiel.

É uma parte importante, pois resumirá tudo o que já fora dito pelo pregador até então, por isso é fundamental em qualquer bom sermão.

Fazer um sermão perfeito não é fácil, porém, seguindo todos esses passos ficará muito mais fácil para o pregador organizar as suas ideias e levar bons ensinamentos aos fiéis.

Antonio Oliveira Carvalho

Antonio Oliveira é Bacharel em Teologia pela FACETEN e Evangelista pela Convenção Das Assembleias de Deus no Estado do Tocantins.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *